18 Termos de Seo Que Você Deve Saber…

Termos de seo - técnicas de seo

18 TERMOS DE SEO QUE VOCÊ DEVE SABER

Se você tem um blog ou site, ou se você pretende trabalhar com qualquer coisa relacionada à internet, então você precisará conhecer um pouco sobre SEO ( Search Engine Optimization ).

Uma boa maneira de começar é se familiarizar com os termos mais comuns empregados no SEO, portanto, abaixo separei alguns dos mais famosos termos usados para você ficar por dentro do que as pessoas dizem quando o assunto é otimização de sites com técnicas de SEO.

1.SEM:

Search Engine Marketing, e nome que envolve os serviços de marketing e produtos através dos motores de busca.

O SEM é dividido em dois pilares principais: SEO e PPC. O termo SEO significa Search Engine Optimization, e é a prática de otimização de sites para as suas páginas aparecerem nos resultados da busca orgânica.

PPC significa Pay-Per-click ou link pago, e é a prática de compra de cliques de motores de busca, os cliques geralmente vêm de anúncios patrocinados em resultados de pesquisa.

2.Backlinks:

São links em outros sites apontando para voltar ao seu próprio site. Backlinks são importantes em vários aspectos, sobre tudo a visibilidade, pois é uma forma de otimizar o seu blog para ter uma melhor colocação nos resultados de busca e assim garantir maior visibilidade.

Backlinks também é importante para o SEO, porque eles afetam diretamente o PageRank de qualquer página na web, influenciando no rankings de busca.

3.PageRank:

PageRank é um algoritmo que o Google usa para estimar a importância relativa das páginas na web. A ideia básica por trás do algoritmo é o fato de que um link da página;

A para a página B pode ser visto como um voto de confiança da página A para a página B.

Quanto maior o número de ligações (ponderado o seu valor) para uma página, por consequência, maior a probabilidade de que essa página se torne importante para os buscadores.

4.Linkbait:

Um linkbait é um conteúdo da web publicado em um site ou blog com o objetivo de atrair o maior número possível de backlinks (a fim de melhorar a classificação de uma pesquisa).

Dois exemplos clássicos de linkbait são os “Top 10″ listas que são populares em site sociais e outra é lincar para outros blogs e sites, na esperança deles retribuírem mais tarde.

5.Link farm:

A grosso modo significa fazenda/cultivo de links. É onde um grupo de sites cria páginas, todas com links para o mesmo site e, provavelmente, com o mesmo texto âncora, com o intuito de aumentar o PageRank e manipular o posicionamento nos resultados de busca, de todos os sites que estão na “fazenda”.

Esta prática foi eficiente nos primeiros dias dos motores de busca, mas hoje essa pratica está sendo consideradas técnicas de black hat e, portanto, se resulta em punição para os sites envolvidos.

6.Texto âncora:

O texto âncora é um texto descritivo e clicável na página web. Ele contém uma determinada palavra-chave para posicionar um blog ou site bem nos mecanismos de busca, assim o Google irá associar essas palavras-chave com o seu conteúdo.

7.Nofollow:

O “nofollow” é um atributo de ligação usado por proprietários de Web sites para indicar ao Google para não seguir o link do site.

Isto pode acontecer quando o link é criado pelos próprios usuários (por exemplo, comentários do blog), ou quando o link é pago (por exemplo, os patrocinadores e anunciantes).

Quando o Google vê o atributo “nofollow” ele basicamente não vai passar nenhum valor à página que leva o link, nem atribuir pontos no PageRank e algoritmos de busca.

8.Title Tag:

A Tag do título é, literalmente, o título de uma página web, e é um dos fatores mais importantes dentro do algoritmo de busca do Google.

literalmente a Tag do título deve ser única e conter as principais palavras-chave de sua página.

Você pode ver a marca do título de qualquer página da web na parte superior do browser enquanto navega.

9.Meta Tags:

Assim como a Tag do título, meta tags são usadas para dar aos motores de busca mais informações sobre o conteúdo de suas páginas.

As meta tags são colocadas dentro da seção HEAD do seu código HTML e, portanto, não são visíveis para os visitantes.

10.Algoritmo:

Algoritmo de busca do Google é usado para localizar as páginas mais relevantes para qualquer pesquisa.

O algoritmo considera mais de 200 elementos (de acordo com o próprio Google), incluindo o valor do PageRank, a Tag do título, meta tags, o conteúdo do site, a idade do domínio, e assim por diante.

11.SERP:

É o suporte para página de resultados do motor de busca.

É basicamente a página que você vai ter quando você procura por uma palavra-chave específica no Google ou outros motores de busca.

A quantidade de tráfego de busca que seu site vai receber depende do ranking dentro da SERPs.

12.Sandbox:

Se você fizer um site e este conter centenas de páginas em poucas semanas, provavelmente o Google irá desconfiar que houve uma certa manipulação.

Basicamente o Google, tem um índice separado, a “caixa de areia”, onde ele coloca todos os sites recém-descobertos.

Quando os sites estão na caixa de areia, eles não aparecerão nos resultados de busca para buscas normais ( orgânicas ).

Depois que o Google verifica se o site é legítimo, ele vai tirá-lo da caixa de areia e liberar os filtros.

13.Densidade Keywords:

A densidade de Keywords é a porcentagem de palavras no conteúdo de um site que combinam com as palavras-chave pesquisadas nos mecanismos de busca.

Os motores de busca priorizam páginas da web que apresentam alta densidade de palavras-chave.

Este é um fator muito importante de SEO, como os algoritmos dão uma grande ênfase sobre esta técnica.

4 coisas que todos os artigos devem ter

14.Keyword Stuffing:

Como a densidade de palavras-chave foi um fator importante no início do algoritmo de busca, Webmasters começaram a encher o texto, a title tag, a meta description tag e todos os lugares possíveis de Keywords para que fosse dado uma grande “relevância” para os sistemas de busca.

Nos dias de hoje essa prática não vai ajudar, e você também pode obter desqualificações para seu site ou blog.

15.Web Crawler:

Também chamado de Spider Bot, é um programa de computador que navega pela web em nome dos motores de busca, tentando descobrir novas ligações e novas páginas. Este é o primeiro passo no processo de indexação.

16.Black hat:

As técnicas de Black Hat correspondem às práticas maldosas de conseguir um melhor posicionamento nos resultados de busca.

Um exemplo seria: Keywords Stuffing e Link farm já mencionadas acima.

Toda técnica de SEO Black Hat é passível de punição nos resultados de pesquisa. Cada uma delas, sem exceção.

17.Conteúdo Duplicado:

Duplicar conteúdo geralmente refere-se a blocos substanciais de conteúdo dentro ou através de domínios que correspondem totalmente a outro conteúdo ou são notadamente similares.

Os mecanismos de busca, como Google, Yahoo e Bing, trabalham para indexar todo tipo de informação, tornado-a acessível através dos sites de busca, mas quando eles encontram um mesmo conteúdo várias vezes ?

Neste caso, eles aplicam os algoritmos, eliminando as páginas duplicadas e limpam os resultados repetidos da página de busca.

Você deve evitar ter conteúdo duplicado em seu site ou blog, pois algum dia você pode ter seu conteúdo penalizado.

18.Robots.txt:

Isso não é nada mais do que um arquivo, colocado na raiz do domínio, que é usado para informar os bots de pesquisa sobre a estrutura do site.

Através do arquivo robots.txt é possível bloquear os mecanismos de busca específicos e restringir o acesso a pastas específicas da seção dentro do site.

Bom, espero que esses 18 termos de Seo sirvam para você melhorar o seu blog, e com esse conhecimento em mãos, você consiga construir um blog de sucesso!

Esse artigo foi útil? Deixe sua resposta nos comentários.

Leia também:

Técnicas de Seo Que Devem Ser Evitadas

10 Dicas de Seo Para Otimizar Seu Blog

 

Cadastre Seu E-mail Aqui Para Receber Grátis Nossas Dicas Exclusivas Em Seu E-mail!

antoniosilva

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *